Relações Institucionais e Governamentais

Este documento foi elaborado pela Umbelino Lôbo Assessoria e Consultoria com o propósito de apresentar alguns aspectos do percurso do profissional de Relações Institucionais e Governamentais (RIG), principalmente no início de carreira. Os exemplos e o conteúdo expostos não esgotam o tema e tampouco representam verdades absolutas. Nesse contexto, o objetivo desse material é fornecer subsídios para que a pessoa interessada em atuar no mercado de RIG continue sua pesquisa e sua construção de conhecimento sobre a profissão.

Sobre a Umbelino

A Umbelino Lôbo Assessoria e Consultoria atua no mercado de Relações Institucionais e Governa- mentais (RIG) desde 1979. Nosso papel é orientar a participação e o relacionamento dos nossos clientes com o setor público, pois acreditamos que, em um regime democrático representativo e participativo, a disposição para o diálogo é uma postura estratégica.

Nossos produtos e serviços têm como principal objetivo fornecer uma visão global da dinâmica e dos processos decisórios do setor público para preparar nossos clientes para uma participação de qualidade. Nesse contexto, estamos comprometidos com a promoção de um relacionamento construtivo, ético e transparente entre nossos clientes e as instâncias governamentais, contribuindo assim para o desenvolvimento mútuo e o progresso da nossa sociedade.

O que são Relações Institucionais e Governamentais (RIG)?

RIG é uma atividade profissional que tem como objetivo estruturar e manter processos e ações voltadas para a construção deum canal de comunicação permanente com outras instituições e atores estratégicos – da área privada (Institucional) e pública (Governamental).

A construção desse ecossistema de diálogo é estratégica, pois permite a troca de informações relevantes para as partes e a identificação de denominadores comuns. Esse trabalho potencializa esforços no desenvolvimento de soluções para minimizar riscos ou aproveitar oportunidades.

Quais as principais funções da atividade do profissional de RIG?

Monitoramento: Acompanhamento sistemático das discussões de temas de interesse para identificar tendências, riscos e oportunidades relacionados a agenda prioritária. Exemplo: Acompanhamento de seminário sobre políticas de sustentabilidade e mudanças climáticas para analisar as abordagensadotadas e suas implicações.

Representação e Negociação: Atuar nas discussões que envolvam a agenda prioritária da organização que representa. Exemplo: Durante o seminário, os representantes articulam a posição da organização e apresentam soluções alinhadas a seus objetivos.

Gestão de Relacionamentos: Construir e manter um canal de comunicação transparente com autoridades estratégicas para a agenda prioritária. Exemplo: Durante o seminário, os representantes identificam e cultivam relacionamentos com autoridades e representantes estratégicos na área de atuação (networking).

Em quais setores ou campos o profissional de RIG desenvolve suas atividades?

Consultorias em RIG: Orientam a construção de relacionamentos entre os clientes, o poder público e o público institucional em agendas especí- ficas. Realizam monitoramento de temas relevantes, elaboram diagnósticos e planos de ação. Exemplo: Umbelino Lôbo Assessoria e Consultoria.

Empresas e Setor Privado: Atuam em empresas de diferentes setores, representando os interesses dessas organizações perante o governo e outras instituições. Eles são responsáveis por monitorar políticas públicas que impactam seus negócios, participar de coalizões setoriais e defender os interesses da empresa em questões regulatórias e legislativas. Exemplo: TOYOTA, 3M do Brasil, Ipiranga.

Associações/Entidades representativas: Colaboram com associados na definição de pautas estratégicas para o setor representado, participando do desenvolvimento e da apresentação dessa agenda nas esferas institucionais e da manutenção do diálogo com os públicos estratégicos. Exemplo: Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR); Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias (ABRAINC); Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (SOPESP).

Órgãos Públicos e Governamentais: Assessoramento de autoridades e tomadores de decisão em questões legislativas, políticas públicas e interações com a sociedade civil e o setor privado. Exemplo: Assessorias Parlamentares em Ministérios.

Organizações do Terceiro Setor e Think Tanks: Estão envolvidos na defesa de causas sociais, ambientais e de interesse público. Exemplo: Greenpeace; Fundação Zerrenner.

Academia: Contribuem para a construção de conhecimento conceitual e crítico sobre a atividade, compartilhando suas experiências e ampliando o entendimento teórico da área. Exemplo: Professores em cursos sobre RIG no Instituto Brasileiro de Pesquisa e Análise de Dados (IBPAD); Fundação Getulio Vargas (FGV) e Pensar RelGov.

Qual o papel da Umbelino Lôbo?

O papel da Umbelino Lôbo é orientar seus clientes na interlocução com autoridades estratégicas. Nesse contexto, a consultoria atua como uma guia especializada, facilitando o processo e fornecendo a expertise necessária para que seu cliente conduza suas próprias negociações e interações com o setor público de maneira ética, transparente e construtiva.

Assim, estabelecer o processo de monitoramento e o fluxo de informações estratégicas sobre agendas e autoridades é o eixo do nosso trabalho. Na Umbelino, ele é desdobrado em algumas atividades:

  • Monitoramento e acompanhamento dos eventos e das deliberações que ocorrem no âmbito dos Poderes Legislativo e Executivo, em âmbito federal e estadual.
  • Identificação de agendas estratégicas para os clientes.
  • Monitoramento, Mapeamento e Análises de autoridades estratégicas.
  • Elaboração de Cenários sobre Políticas Públicas, proposições legislativas em tramitação, de propostas de estratégias de atuação e de relacionamento.

Um exemplo prático de entrega do profissional de RIG em seu dia a dia é a compreensão do perfil de autoridades estratégicas. A seguir, exemplificamos um fluxo de trabalho básico para a elaboração desse conteúdo. Um cliente está monitorando a tramitação de uma proposição que trata de Mobilidade Sustentável e Inovação. Antes de se reunir com o relator da matéria para apresentar suas sugestões, ele gostaria de conhecer melhor esse parlamentar com o objetivo de identificar a abordagem e a mensagem mais adequadas. Dessa forma, solicitou à consultoria informações relacionadas ao perfil desse interlocutor. Nesse contexto, para atender a essa demanda, o profissional responsável pela entrega realizou algumas pesquisas e estruturou um documento com as seguintes informações:

Biografia: Escolaridade e cargos ocupados antes da trajetória política.

Trajetória Política: Levantamento da atuação política do parlamentar, incluindo sua filiação partidária, histórico de cargos na política e seus eventuais aliados políticos.

Ideologias e atuação setorial: Identificação das ideologias e posicionamentos conhecidos do Deputado em relação a área temática do projeto.

Histórico Legislativo: Análise da atuação legislativa do parlamentar, sempre tentando identificar relações com a área de atuação do cliente e do projeto prioritário.

Posicionamentos: Verificação do posicionamento parlamentar em discursos, entrevistas, seminários ou comissões e votações que possam indicar suas opiniões e interesses na área.

Contatos e redes sociais: Informações sobre as redes sociais e contatos do gabinete do parlamentar para facilitar a comunicação direta.

As informações acima podem ser encontradas na página do deputado na Câmara dos Deputados, em perfis em redes sociais e site pessoal, além de notícias em sites renomados e confiáveis.

Como iniciar a carreira na área de RIG?

Não há uma formação acadêmica específica obrigatória para atuar na área. Observando o mercado, a maior parte dos profissionais possuem graduação em Ciência Política, Gestão de Políticas Públicas, Relações Internacionais, Economia, Direito e/ou áreas correlatas. Além disso, participar de estágios na área é fundamental para adquirir experiência prática.

Abaixo, elencamos algumas habilidades e conhecimentos que podem auxiliar na sua preparação e inserção nesse mercado:

Boa comunicação escrita e falada: Em essência RIG é uma atividade de comunicação. Então, ser capaz de comunicar ideias de maneira clara, consistente e objetiva é fundamental.

Compreensão sobre a atividade de RIG: Ter noções mais amplas sobre a área é essencial para você se diferenciar em uma entrevista e, principalmente, para você se apropriar da sua carreira.

Conhecer o Sistema Político Brasileiro e o Processo Legislativo: Compreender o funcionamento e a relação dos processos decisórios no âmbito dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Esse é um dos principais ecossistemas com o qual o profissional de RIG tem que lidar do primeiro até o último dia de sua carreira.

Acompanhamento de notícias sobre o cenário política do país: Esse monitoramento é importante para estar atualizado e, principal- mente, para identificar e poder aprofundar conceitos e dinâmicas desse ambiente que ainda não estão claros para você.

Línguas estrangeiras: Para o início da carreira, conhecer a língua inglesa é um diferencial.

Dados: Familiaridade e interesse em desenvolver habilidades relacionadas à Ciência de Dados como coleta, limpeza, análise e visualização de dados e suas ferramentas – Excel, Power BI ou Linguagens de Programação (Python e R) – também são um diferencial para o início de sua carreira.

Se interessou pela área? Acompanhe os canais digitais da Umbelino Lôbo para acessar mais conteúdo sobre RIG e acompanhar os nossos processos seletivos para estágio.

Onde encontrar mais informações sobre a área de RIG?

ABRIG
Associação Brasileira de Relações Institucionais e Governamentais
www.abrig.org.br/

IRELGOV
Instituto de Relações Governamentais
www.irelgov.com.br

MULHERES RELGOV+
www.mulheresrelgov.site

PENSAR RELGOV
www.pensarrelgov.org.br

Compartilhar:

Publicações relacionadas

Ir para o conteúdo